Nutrição funcional

Se alimentar é bem diferente de se nutrir, e com a nutrição funcional a diferença faz parte de um aprendizado diário e duradouro. A nutrição funcional é baseada na individualidade bioquímica de cada paciente, com foco na prevenção e tratamento de doenças através da alimentação. Para um alimento ser considerado funcional, ele deve apresentar efeitos benéficos para a saúde e/ou reduzir riscos de doenças crônicas, além da sua função nutricional básica. Essa ciência possui 5 princípios básicos que englobam: individualidade bioquímica, tratamento centrado no paciente, equilíbrio nutricional e biodisponibilidade de nutrientes, inter-relações com fatores fisiológicos e saúde como vitalidade positiva.

A nutrição funcional investiga os sintomas, sinais e características de cada paciente e os relaciona com a falta ou excesso de nutrientes e vitaminas, corrigindo os desequilíbrios nutricionais que geram sobrecarga no sistema imunológico e desencadeiam “processos alérgicos” tardios, os quais acabam por provocar doenças crônicas como: obesidade, depressão, fibromialgia, artrite reumatoide, osteoporose, diabetes, desordens estéticas e alteração na performance física.

O acompanhamento nutricional tem como objetivo restaurar o equilíbrio do corpo através da nutrição funcional restabelecendo a saúde do paciente e proporcionando uma melhora geral em seu bem estar e qualidade de vida, através de um plano alimentar personalizado e serviços auxiliares para esse processo de mudança, assim tornando-o mais prático e prazeroso. Quando comparada à nutrição tradicional, a funcional possui um método diferente, pois trabalha com individualidade bioquímica e os efeitos dos alimentos no organismo de cada um, sendo mais amplo do que apenas estabelecer planejamentos alimentares baseados em contagem de calorias. O objetivo da nutrição funcional é trabalhar e focar numa dieta anti-inflamatória. Quando estamos inflamados temos dificuldade de perder peso, o intestino não funciona aparecem as celulites, aumenta o colesterol, aumenta estresse , causando um desequilíbrio absoluto.

 

Quer saber mais? Entre em contato com a Dra. Valéria

×