Jejum Intermitente

O jejum intermitente trata-se de um estilo de vida e uma estratégia de emagrecimento, não uma dieta. Não existe um limite de tempo para seguir, as pessoas podem adotar essa prática pela vida toda. Para alguns indivíduos pode ser muito interessante, por ser de fácil aderência.

Existem diferentes protocolos de jejum, o mais utilizado é o 16/8. Ou seja, você faz uma janela de alimentação de 8 horas ativas do seu dia, como, por exemplo, de 12h às 20h, e ao fechar a janela você entra em um jejum de 16 horas. Mas é claro, não esquecendo de seguir as devidas orientações do que pode ser consumido durante as 16 horas. A pessoa também pode beber água, café sem açúcar e chás naturais.

Para aderir à estratégia, é necessário um ajuste prévio na alimentação. Normalmente quem faz jejum intermitente são indivíduos que seguem uma alimentação mais natural e low carb. Isso já faz com que a pessoa, naturalmente, sinta menos fome, e fique preparada. O jejum não deve ser a primeira opção, ele vem depois para otimizar o emagrecimento ou até para o autoconhecimento.

A explicação para o resultado do jejum intermitente está nos níveis de insulina do corpo, que acabam ficando mais baixos e controlados. A insulina alta favorece o acúmulo de gordura e dificulta sua queima. O jejum ajuda evitando picos de insulina, fazendo com que a pessoa emagreça e também pelo fato do indivíduo deixar de comer várias vezes ao dia sem fome ou sem necessidade, dessa forma além de reduzir o apetite, também diminui a compulsão por doces.

Quer saber mais? Entre em contato com a Dra. Valéria

Related posts

×