AÇÚCAR: CONHEÇA TODOS OS TIPOS E SAIBA QUAL É A MELHOR OPÇÃO

AÇÚCAR: CONHEÇA TODOS OS TIPOS E SAIBA QUAL É A MELHOR OPÇÃO

O açúcar é um alimento muito presente no dia-a-dia dos brasileiros. Muito utilizado para fazer preparações culinárias como tortas, bolos e doces, ou para adoçar bebidas. Grande parte da população consome muito mais do que os 25g diários recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Por ser um carboidrato simples, o açúcar eleva rapidamente os níveis de glicose no sangue, o que pode causar ao indivíduo que o consome em excesso, problemas como o ganho de peso e diabetes. O consumo excessivo de açúcar prejudica a saúde e até mesmo pode levar à morte. De acordo com a OMS (Organização Mundial da saúde), a diabetes já afeta quase 1 em cada 11 adultos no mundo. E 3,7 milhões de mortes anualmente estão relacionadas com os níveis elevados de açúcar no sangue. Além do mais, a sua ingestão contínua pode causar dependência. Por isso, quando comemos aquele docinho que tanto gostamos, dificilmente ficamos em um só, ou então no dia seguinte sentimos vontade de comer novamente, certo? Ocasionando então um ciclo de dependência do açúcar.

Lembrando, que o açúcar também é encontrado em grande quantidade nos produtos industrializados, escondido por trás de nomes como: maltodextrina, xarope de milho, xarope de glicose, glicose de milho, dextrose, frutose, extrato de malte. O consumo em excesso desses produtos pode ocasionar problemas de saúde como: diabetes, cáries, obesidade, níveis de colesterol alterados, acne e pré-dispor ao câncer. Portanto deve-se evitar o máximo possível o consumo.

Existem vários tipos de açúcares. Segue abaixo uma lista com suas características:

 

Açúcar refinado: O processo de refinação do açúcar tem início com a dissolução do açúcar cristal, passando em seguida por etapas de clarificação e filtração. O processo de refinamento promove a remoção de todas as vitaminas e minerais, restando apenas sacarose.

 

Açúcar cristal: A partir do açúcar cristal são produzidos o açúcar refinado e o açúcar de confeiteiro. Embora seja um pouco menos processado que o refinado e o confeiteiro, este açúcar não apresenta vantagens em relação ao teor de vitaminas e minerais.

 

Açúcar mascavo: É um açúcar bruto, escuro e úmido. Ele é extraído depois do cozimento do caldo de cana. Como não passa pelo processo de refinamento, ele conserva alguns minerais como cálcio, ferro, magnésio e potássio. Mas a quantidade de minerais preservados são muito pequenas e insignificantes.

 

Açúcar demerara: Possui coloração mais clara que o açúcar mascavo. Não sofre lavagens ou processos de purificação e não contem aditivos químicos. Semelhante ao açúcar mascavo apresenta maior quantidade de minerais comparado ao açúcar refinado.

 

Açúcar de coco: Não passa pelo processo de refinamento e por isso possui em sua composição minerais como potássio e ferro, além de conter vitaminas do complexo B como B1, B2, B3 e B6. Seu índice glicêmico é menor comprado ao açúcar comum.

 

Mel: É extraído do néctar das flores, sua carga glicêmica é um pouco menor do que o açúcar, porém contém quase a mesma proporção de calorias encontradas no açúcar. Portanto, atenção consumir.

 

Açúcar light: É uma mistura do açúcar refinado com vários adoçantes, os quais muitas vezes são artificiais. Com isso, devido o seu poder maior em adoçar, é preciso ter cautela em seu uso nas variadas preparações.

 

Mas afinal: Qual é a melhor opção?

A melhor opção é sempre preferir consumir os alimentos in natura, e as bebidas e preparações sem adicionar açúcar. Todos os tipos de açúcares citados são bastante calóricos e caso venham a ser consumidos, devem ser em pequena medida como a Organização Mundial da Saúde (OMS) preconiza – (25g diários). Todos possuem a mesma quantidade calórica e serão metabolizados como açúcar do mesmo jeito, tendo o mesmo efeito no organismo, e como consequência aumentando a produção de insulina e causando assim o ganho de peso.  Por isso qualquer tipo de açúcar (ou mel) devem ser evitados ou então consumidos com moderação e nas menores quantidades possíveis.

Se formos avaliar como menos pior, o mascavo vem em primeiro lugar. Pois quanto mais escuro, mais “puro” é o açúcar e mais minerais ele possui. Em seguida vem o demerara e por último o cristal. Não esquecendo que todos possuem grande teor calórico e necessitam de moderação sempre. O mais indicado é ir acostumando o paladar para aposentar de vez o uso de açúcares na alimentação!

Dica: Ir diminuindo as quantidades aos poucos até se acostumar. Você pode durante 7 dias reduzir a adição do açúcar nas bebidas em 50% e nos próximos 7 dias diminuir 100%. Dessa maneira o seu paladar irá se acostumar com o gosto natural dos alimentos e bebidas.

Related posts

×